DIDA SAMPAIO/ESTADÃO
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Joaquim Barbosa aparece como nome viável em pesquisa

No levantamento do Ibope, ex-ministro do STF obtém 24% de potencial de voto (soma das respostas 'votaria com certeza' e 'poderia votar') para a Presidência da República

O Estado de S.Paulo

20 de abril de 2017 | 05h00

Apesar de ter não contar mais com a projeção e a visibilidade inerente ao cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa ainda é considerado um candidato viável à Presidência da República por uma parcela considerável dos eleitores. Na pesquisa Ibope, Barbosa aparece com 24% de potencial de voto (soma das respostas “votaria com certeza” e “poderia votar”).

O ex-ministro, que se celebrizou ao conduzir o julgamento do mensalão e que se aposentou do STF em 2014, também não sofre com os níveis de rejeição atribuídos aos políticos. Apenas 32% dizem que não votariam nele de jeito nenhum – uma das taxas mais baixas entre as dos nove nomes testados pelo Ibope. 

Barbosa, porém, não manifestou a intenção de se candidatar em 2018 e nem sequer é filiado a um partido. 

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que tenta se beneficiar da onda de rejeição a políticos – apesar de ser parlamentar desde o começo dos anos 1990 –, aparece com 17% de potencial de voto na pesquisa. Seu possível contingente de eleitores cresceu seis pontos porcentuais desde o ano passado, mas a parcela que o rejeita aumentou ainda mais, de 34% para 42%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.