João Santana e mulher voltarão ao Brasil nas próximas horas, diz defesa

Advogado do marqueteiro, que teve prisão decretada pela Justiça a pedido da Lava Jato, informa que ele e sua mulher já agendaram retorno da República Dominicana

Ricardo Galhardo e Ana Fernandes, O Estado de S. Paulo

22 de fevereiro de 2016 | 11h41

SÃO PAULO - O advogado do publicitário João Santana, Fabio Tofic Simantob, protocolou no início da tarde desta segunda-feira, 22, na Justiça Federal de Curitiba, documento informando que o marqueteiro e sua mulher, Monica Moura, já agendaram seu retorno ao Brasil e vão se apresentar às autoridades responsáveis assim que desembarcarem. Segundo a defesa, o retorno ocorrerá "nas próximas horas".

Santana e sua mulher tiveram pedidos de prisão decretada na nova fase da Operação Lava Jato batizada Acarajé. Eles estão na República Dominicana, onde trabalham na campanha pela reeleição do presidente Danilo Medina.

"Os peticionários tomaram conhecimento, na manhã de hoje, pelos meios de comunicação, de que foram alvo de fase ostensiva da "Operação Lava Jato". Como, no entanto, já informado em petição previamente protocolada perante este d. Juízo, encontram-se fora do país, a trabalho. Todavia, já agendaram seu imediato retorno ao Brasil, movimento que deve ocorrer nas próximas horas", alega a defesa.

O texto ressalta a "confiança" de que a chegada do casal não será transformada em um "odioso espetáculo público". 

Espetáculo. A defesa do marqueteiro incluiu no documento enviado à Justiça um pedido de medidas para evitar que haja o que chama de um "odioso espetáculo público" na chegada de Santana ao aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos. "Termos em que, confiando que serão tomadas todas as medidas para que sua chegada ao país não se transforme em um odioso espetáculo público", diz o documento.

A defesa alega ainda ser mentirosa a informação divulgada pela imprensa que João Santana teria desistido de embarcar para o Brasil, nesse domingo, ao saber que seria alvo de mandado de prisão temporária da Lava Jato. "É mentirosa e leviana a alegação veiculada em alguns periódicos na manhã de hoje, de que teriam desistido de embarcar em voo que chegaria hoje ao Brasil. O referido bilhete aéreo foi emitido pela agência de viagens há mais de uma semana por engano, tanto que cancelado no mesmo dia. Perversa, portanto, qualquer relação que se queira fazer entre esse fato e a operação deflagrada na data de hoje." 

Leia a íntegra do documento:

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL SERGIO MORO, DA 13ª VARA FEDERAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE CURITIBA (PR)

Procedimento n° 5002515-61.2016.4.04.7000

JOÃO CERQUEIRA DSANTANA FILHO MONICA REGINA CUNHA MOURA, já qualificados nos autos em epígrafe, vêm, por seus advogados, respeitosamente à presença de Vossa Excelência, expor e requerer quanto segue:

Os peticionários tomaram conhecimento, na manhã de hoje, pelos meios de comunicação, de que foram alvo de fase ostensiva da “Operação Lava Jato”.

Como, no entanto, já informado em petição previamente protocolada perante este d. Juízo, encontram-se fora do país, a trabalho. Todavia, já agendaram seu imediato retorno ao Brasil, movimento que deve ocorrer nas próximas horas.

Mesmo sem ter a informação oficial sobre a existência ou não de mandados de prisão, informam que, tão logo realizado o desembarque, apresentar-se-ão, imediatamente, às autoridades responsáveis pela investigação.

Por fim, esclarece que é mentirosa e leviana a alegação veiculada em alguns periódicos na manhã de hoje, de que teriam desistido de embarcar em vôo que chegaria hoje ao Brasil. O referido bilhete aéreo foi emitido pela agência de viagens há mais de uma semana por engano, tanto que cancelado no mesmo dia. Perversa, portanto, qualquer relação que se queira fazer entre esse fato e a operação deflagrada na data de hoje.

Termos em que, confiando que serão tomadas todas as medidas para que sua chegada ao país não se transforme em um odioso espetáculo público,

Pedem deferimento.

São Paulo, 22 de fevereiro de 2016.

Fábio Tofic Simantob Débora Gonçalves Perez

OAB/SP – 220.540 OAB/SP – 273.795

Maria Jamile José

OAB/SP – 257.047

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.