João Paulo tenta evitar convocação extraordinária

O presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SDP), disse que sempre trabalhou com a hipótese de prorrogar a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para que a Câmara possa apreciar projetos de interesse do governo, sem a necessidade de convocação extraordinária. "Quem falou que vai ter convocação extraordinária tem de explicar por que. Vou insistir que a Câmara trabalha em ritmo mais acentuado nos próximos dias, para ver se a gente consegue votar tudo, sem a necessidade de convocação extraordinária", disse João Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.