João Paulo quer explicações sobre quebras de sigilo

O presidente da Câmara, João Paulo Cunha, deve se reunir nesta tarde com o relator da CPI Mista do Banestado, José Mentor (PT-SP), para tratar da quebra indiscriminada de sigilos de banqueiros e executivos, aprovada pela CPI. "Eu chamei o relator para ele explicar direito as razões dos requerimentos e a situação atual da CPI", disse João Paulo. Para o presidente da Câmara, as CPIs devem tomar cuidado para não perder o controle da investigação. Ele lembrou que quando assumiu a presidência na Câmara só no primeiro dia na função foram apresentados 32 pedidos de criação de CPIs. Na época, João Paulo indeferiu vários deles. "O risco é banalizar a CPI e ela não cumprir o seu papel constitucional de investigação profunda", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.