João Paulo propõe adiar recesso para agosto

O presidente da Câmara, João Paulo Cunha, propôs hoje ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva um acordo com as oposições para transferir o recesso do Congresso Nacional de julho para agosto. A informação é do presidente do Senado, José Sarney, que está no seminário promovido pela Associação Brasileira da Infra-Estrutura e Indústrias de Base (Abdib), acompanhado de João Paulo Cunha. Os dois tiveram um café da manhã com o presidente Lula, no Palácio do Planalto.No encontro, segundo Sarney, foi discutida uma agenda mínima para a votação de projetos da agenda econômica, como a Lei de Falências, a lei de biossegurança e o projeto que institui a Parceria Público Privada (PPP). Com o adiamento do recesso, a proposta, segundo Sarney, é colocar todos os projetos "à disposição do País, porque essas leis são necessárias à retomada do crescimento econômico". Segundo ainda o presidente do Senado, o presidente Lula está disposto a colaborar nessa direção. Sarney informou também que o senador Sibá Machado (PT-AC) será o relator da MP do salário mínimo na Casa. O ministro José Dirceu que também participa do seminário, não quis falar com a imprensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.