João Paulo promete descontar dia de deputados faltosos

O presidente da Câmara, João Paulo Cunha, anunciou hoje que os deputados e deputadas que faltaram à sessão de ontem e os que faltarem à sessão de hoje terão o salário descontado. "Quem não tiver presença, vai ter desconto", afirmou o presidente. Por falta de quórum, não houve votações na sessão de ontem e também não haverá votações hoje. A sessão, que está em andamento apenas com discursos de parlamentares, conta com a presença, de menos de 250 deputados. Há sete medidas provisórias trancando a pauta e, na próxima semana, mais duas MPs também estarão com prazo de votação vencido. Nas próximas quinta e sexta-feiras não haverá sessão com votação marcada. As sessões de ontem e hoje pela manhã foram marcadas extraordinariamente para compensar o feriado de amanhã. João Paulo prevê que a pauta de votações só será destrancada em duas semanas de trabalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.