João Paulo fica em Brasília para tentar votar mínimo amanhã

O presidente da Câmara, João Paulo Cunha, decidiu que vai ao enterro do presidente do PDT e ex-governador do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola, em São Borja (RS), na quinta-feira. Com isso, ele permanecerá em Brasília para a possível votação amanhã da medida provisória do salário mínimo. João Paulo, vai se reunir nesta tarde com os líderes da base aliada para acertar a votação da medida provisória do salário mínimo amanhã pela manhã. Ele vai tratar de um acordo de procedimento para permitir que a votação seja nominal como desejam os partidos de oposição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.