João Paulo e líderes negociam pauta do esforço concentrado

O presidente da Câmara dos Deputados, João Paulo Cunha (PT-SP), está reunido com os líderes dos partidos para tentar firmar um acordo que garanta a votação da pauta do esforço concentrado de agosto. Entre as matérias que os parlamentares terão de votar, estão a Medida Provisória que altera a forma de pagamento dos imóveis rurais destinados à reforma agrária, a PEC do trabalho escravo em segundo turno e os destaques à PEC paralela da Previdência em primeiro turno. O deputado Aloizio Nunes Ferreira (PSDB-SP) disse que uma das exigências de seu partido para votar a pauta é que os parlamentares tenham acesso aos pareceres com 24h de antecedência. "É o mínimo que se pode querer, que os deputados votem com conhecimento de causa." Segundo ele, outra exigência é que o governo "deixe os trabalhos da Câmara fluírem", mesmo quando se tratem de matérias que "incomodam" o governo. As informações são da Radiobrás.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.