João Paulo diz que já foi punido demais

O deputado João Paulo Cunha (PT-SP), que foi absolvido recentemente em Plenário na Câmara dos Deputados, afirmou nesta sexta-feira que está empenhado em convencer a opinião pública de sua inocência. Ao chegar para o 13º Encontro Nacional do PT e ser questionado sobre o documento que pede a punição dos parlamentares envolvidos no escândalo do mensalão, elaborado pelas alas mais à esquerda da legenda, João Paulo declarou: "Já fui punido demais, paguei, fui absolvido e estou tentando convencer a sociedade. Não preciso que o partido torne a pedir isso".O deputado foi acusado de ter recebido R$ 50 mil do caixa 2 do empresário Marcos Valério de Souza, sacados por sua mulher, Márcia Regina Cunha. Ele foi absolvido no plenário da Câmara por 256 votos contra a cassação do mandato e 209 a favor. O parlamentar, que participa, na tarde desta sexta-feira, da abertura do Encontro Nacional de sua legenda, disse que espera uma reunião que defina o que é prioritário para a legenda: a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No seu entender, o encontro será fundamental para traçar as estratégias que levarão Lula ao segundo mandato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.