João Paulo afirma que denúncias não atingem José Dirceu

O presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP), disse em uma rápida entrevista, que as denúncias divulgadas pela revista Época contra Waldomiro Diniz, que trabalhava como subsecretário parlamentar no Palácio do Planalto, não atingem o ministro da Casa Civil, José Dirceu. "Não queiram arrastar o José Dirceu para este caso. Não tem nada a ver." Na avaliação de João Paulo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já fez o que tinha que ser feito, que foi exonerar Waldomiro. Ao ser indagado sobre a conveniência de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o caso, João Paulo disse que a Polícia já está investigando as denúncias. "Vamos aguardar um pouco", afirmou. À tarde, o presidente da Câmara viaja para o Rio de Janeiro para participar da festa de 24 anos do PT.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.