Reprodução/Redes sociais
Reprodução/Redes sociais

'Quero ser o candidato da paz', diz Doria em jantar com ACM Neto

O ex-governador de São Paulo João Doria participou na Bahia de jantar com lideranças do União Brasil e do PSDB, como ACM Neto, Elmar Nascimento, Adolfo Viana e Bruno Reis

Bruno Luiz, O Estado de S.Paulo

08 de abril de 2022 | 11h06

SALVADOR - O pré-candidato à Presidência pelo PSDB, João Doria, afirmou que quer ser “o candidato da paz, do entendimento”, durante jantar na noite dessa quinta-feira, 7, em Salvador.

O encontro teve presença do pré-candidato ao governo da Bahia e secretário-geral do União Brasil, ACM Neto, do líder do partido na Câmara, Elmar Nascimento (BA), do líder do PSDB na Casa, Adolfo Viana (BA), além de lideranças políticas locais e empresários.

Doria ressaltou a necessidade de pacificar o País, segundo ele conflagrado pela disputa entre extremistas de esquerda e direita. “Eu quero ser o candidato da paz, do entendimento’”, afirmou.

O tucano recebeu apoio do prefeito de Salvador, Bruno Reis (União Brasil), na disputa presidencial e teve acenos de ACM, que o descreveu como um “amigo antigo e fiel”. Doria e o ex-prefeito de Salvador tinham se afastado após o ex-governador tirar o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, do antigo partido Democratas para filiá-lo ao PSDB.

Doria sinalizou durante o encontro que a geração de emprego e combate à pobreza serão os motes de sua campanha. Após cumprir uma agenda de encontros políticos na capital baiana nesta sexta, Doria segue no sábado para Rio de Contas, terra de sua família paterna.

Como mostrou o Estadão, a campanha do governador vai tratá-lo como João e não pelo sobrenome Doria. A agenda no interior da Bahia faz parte da estratégia para tentar popularizar sua imagem. A campanha do ex-governador de São Paulo vai apresentá-lo aos eleitores, na tentativa de popularizar sua imagem como o verdadeiro pré-candidato do PSDB à Presidência, em meio às divisões no partido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.