Jereissati critica pacote tributário

A reação negativa ao pacote tributário puxada pelos governadores de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), e do Sergipe, Albano Franco (PSDB), ganha o reforço de mais um tucano.O governador do Ceará, Tasso Jereissati, disse nesta quarta-feira que não concorda com o pacote proposto pelo ministro da Fazenda, Pedro Malan."Eu acho que isso precisa ser melhor revisto. Acho que reverte a uma tendência muito ruim, que é a da centralização. Centraliza e engessa muito os Estados."Jereissati insistiu: "Você não pode, num país como o Brasil, centralizar tanto." Ele é contra a unificação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).A concessão de subsídios fiscais, aliás, tem sido o principal instrumento usado por Jereissati para atrair indústrias para o Ceará.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.