Jefferson quer ficar menos anos inelegível

O PTB, presidido pelo deputado cassado Roberto Jefferson, protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) ação direta de inconstitucionalidade contra a lei que impede parlamentares cassados de disputarem eleições nos 8 anos seguintes ao fim da legislatura para a qual foram eleitos.A ação argumenta que um presidente fica inelegível por 8 anos a partir da data em que é cassado. Para deputados e senadores, o prazo só começa a contar no fim da legislatura.Jefferson foi cassado, no caso do mensalão, em setembro de 2005, mais de um ano antes do fim de seu mandato, e ficaria inelegível até 2015. Se a regra mudar, ele poderia ser candidato em 2014.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.