Jefferson quer com urgência relatório sobre desvio de recursos

O senador Jefferson Peres (PDT-AM), que integra a comissão do Conselho de Ética destinada a investigar o senador Jader Barbalho (PMDB-PA), disse hoje que pedirá urgência para a votação em plenário, na próxima semana, do requerimento solicitando ao Banco Central o relatório sobre o desvio de recursos ocorrido no Banco do Estado do Pará (Banpará). A proposta, de autoria do senador José Eduardo Dutra (PT-SE), será apreciada na terça-feira pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). "E na quarta-feira vamos tentar aprová-la no plenário do Senado", informou Peres. Na terça-feira será realizada a primeira reunião da Comissão do Conselho de Ética. Como representante do bloco de oposição, Jefferson Peres vai solicitar que seja ouvido o deputado estadual Mario Frota, do Amazonas, que, segundo gravação divulgada pela imprensa, denunciou que Jader teria cobrado propina para liberar verbas da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), em 1998. O senador quer também que seja ouvido um ex-assessor de Frota, conhecido como Marinho, que, segundo o deputado estadual, teria imitado sua voz na gravação, cuja fita já foi solicitada pelo senador Romeu Tuma (PFL-SP). O senador Jader Barbalho será o último a depor na comissão, segundo informou Jefferson Peres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.