Jefferson diz em nota que 'agiu pelo bem do Brasil'

Depois de passar por exames no Instituto Nacional do Câncer (Inca), o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), delator do esquema do mensalão, afirmou, em nota, que agiu "pelo bem do Brasil". O parlamentar cassado pediu desculpas à imprensa por ter mantido silêncio, na manhã desta quarta-feira, segundo ele por recomendação do advogado.

LUCIANA NUNES LEAL, Agência Estado

04 Dezembro 2013 | 12h49

Em seu blog, Jefferson publicou a seguinte nota: "Acompanhado do meu advogado, Marcos Pinheiro de Lemos, fui hoje ao Hospital do Câncer; levei meus exames e os históricos de minhas cirurgias. Educados, os médicos nomeados pelo Supremo foram sobretudo técnicos. Aproveito para pedir desculpas à Imprensa por não atendê-la neste momento, uma vez que, a pedido do meu advogado, devo permanecer em silêncio, em respeito à Justiça. Compreendo a dificuldade de vocês, mas, agora, é o melhor que posso fazer por mim. O que tinha que fazer pelo bem do Brasil, eu já fiz. Volto a falar com vocês assim que puder."

Mais conteúdo sobre:
Mensalão Jefferson exames

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.