Adriano Machado / Reuters
Adriano Machado / Reuters

J&F diz desconhecer informação sobre pedido de prisão de Joesley

Conglomerado de empresas tem Joesley Batista como dono; procurador-geral pediu prisão na noite de sexta-feira (8)

Altamiro da Silva Junior / Broadcast, O Estado de S. Paulo

09 Setembro 2017 | 11h48

A J&F, holding que controla o grupo JBS, afirmou em nota neste sábado desconhecer qualquer informação sobre o pedido de prisão do empresário Joesley Batista.

Na noite de sexta-feira, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão de Joesley, de Ricardo Saud, também delator e executivo da JBS, e do ex-procurador, Marcelo Miller.

Na madrugada deste sábado, a defesa de Batista e Saud pediu para ser ouvida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator da Operação Lava Jato, Edson Fachin, antes que ele decida sobre a prisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.