Jatene apoia plebiscito sobre novos Estados, mas sem contaminação eleitoral

Governador do Pará, Estado que pode ser dividido em três pelo projeto em discussão, defende ampla campanha de esclarecimento com prós e contras

Carlos Mendes, da Agência Estado

05 de maio de 2011 | 19h00

BELÉM - O governador do Pará, Simão Jatene (PSDB), é favorável ao plebiscito sobre a divisão territorial para criação dos Estados de Carajás e Tapajós, nas regiões sul e oeste paraenses, mas defende a realização de uma ampla campanha de comunicação para esclarecer a população sobre "as ameaças e oportunidades da divisão".

Veja também:

linkCâmara aprova plebiscito sobre criação de dois Estados

Para Jatene, a população deve ter a total clareza do que vai escolher e suas reais consequências. Ele também não admite que o plebiscito esteja "associado a qualquer tipo de processo eleitoral" para que não se contamine. O governador teme que a consulta ocorra em 2012, ano de eleição para vereador e prefeito.

Deputado federal reeleito pelo PDSB, mas que renunciou ao mandato para assumir a Casa Civil do governo, Zenaldo Coutinho, na legislatura passada, foi autor de emenda no valor de R$ 1 milhão para realização de estudo, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), sobre os impactos sociais e econômicos da divisão para os governos estadual e federal. Estimativas preliminares apontam que o retalhamento do Pará custaria R$ 3 bilhões aos cofres públicos.

Contrário à divisão, Coutinho não gostou de saber da manobra feita pelos deputados Lira Maia (DEM-PA) e Giovanni Queiroz (PDT-PA) para que os projetos de decretos legislativos que autorizam os plebiscitos fossem votados na sessão de hoje da Câmara. Segundo a assessoria da Casa Civil, Coutinho estava "indignado", mas preferia ainda não falar sobre o assunto antes de ter uma reunião com Jatene.

Tudo o que sabemos sobre:
plebiscitoParádivisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.