Jarbas não quer segurança prejudicada

O governador Jarbas Vasconcelos (PMDB) assina nesta quinta-feira decreto criando uma comissão especialpara coordenar a implantação das medidas a serem anunciadas na próxima sexta-feira pelo Governo Federal para reduzir o consumo deemergia elétrica.A comissão também terá a função de encontrar saídas para minimizar os efeitos da crise energética sobre ofuncionamento dos órgãos públicos e privados.Jarbas frisou que os cortes no fornecimento não podem prejudicar ainda mais a população em áreas como segurançapública e defendeu que os apagões, se inevitáveis, aconteçam preferencialmente durante o dia."Se for preciso reduzir ailuminação pública é preciso um planejamento minucioso para fazer os cortes por igual, atingindo bairros periféricos e centraisno mesmo porcentual, evitando que uma parte da cidade fique iluminada e outra às escuras", adiantou o governador,preocupado também com a garantia de atendimento de energia nos hospitais e escolas.A comissão será presidida pelo secretário estadual de Administração, Maurício Romão, e terá a participação dos secretáriosdas áreas diretamente afetadas pelo corte no consumo de energia, como Educação, Saúde, Infra-Estrutura e Defesa Social,além dos presidentes de empresas públicas envolvidas com a questão - a exemplo da companhia de abastecimento esaneamento (Compesa) e Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) - e representantes das empresas degeração e distribuição de energia, respectivamente Chesf e Celpe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.