Jaques Wagner: 'Lula nunca esteve com Marcos Valério'

Governador da Bahia diz que o caso do mensalão não afetará as campanhas de rua do PT

Wladimir Dandrade, Agência Estado

16 de setembro de 2012 | 14h17

SÃO PAULO - O governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), disse ao chegar para almoço em apoio à candidatura Fernando Haddad, em São Paulo, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nunca esteve com Marcos Valério, publicitário acusado de ser o operador do mensalão. Reportagem da revista Veja desta semana diz que Valério afirmou que Lula sabia do esquema do mensalão. "Até onde eu sei Lula nunca esteve com Marcos Valério", afirma Wagner.

O governador baiano disse que não leu a revista, mas que ficou sabendo da reportagem na sexta-feira, 14, à noite, junto com Lula, após um comício em Salvador. Na manhã seguinte ambos viajaram para Feira de Santana, na Bahia, para compromissos de campanha.

Sobre o julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), Wagner foi taxativo: "O que deveria ser um julgamento frio acabou sendo apimentado." Ele, no entanto, disse que o caso não afeta negativamente a campanha de rua do PT. "As condenações não são do PT e sim de pessoas do partido", afirmou. De acordo com ele, o julgamento político do PT ocorreu em 2006, quando o presidente Lula foi reeleito para mais quatro anos de governo. "Eu não sinto na campanha de rua influência do mensalão", declarou.

Há pouco chegou ao evento o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Lula e demais políticos estão em um camarote, longe da imprensa.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalaoLulaMarcos Valério

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.