Imagem João Domingos
Colunista
João Domingos
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Jaques Wagner deve assumir a Defesa

Governador da Bahia era cotado para o ministério das Comunicações

João Domingos, O Estado de S. Paulo

23 de dezembro de 2014 | 14h50

Brasília - O Ministério da Defesa deverá ser o destino do governador da Bahia, Jaques Wagner (PT). A presidente Dilma Rousseff já conversou com ele, disse que está interessada em desenvolver os projetos da Calha Norte (nas fronteiras da Amazônia) e em fortalecer e modernizar as Forças Armadas. Ela perguntou ainda como é a relação dele com os militares. Ouviu que é boa, solidificada durante os oito anos de mandato. Wagner estudou no Colégio Militar, no Rio de Janeiro.

Wagner vinha sendo cotado para assumir o Ministério das Comunicações, com a missão de ser uma ponte do governo com os meios de comunicação. Mas houve pressão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que Dilma nomeasse o atual ministro Ricardo Berzoini (Relações Institucionais) para o lugar de Paulo Bernardo, que deixará o governo, de acordo com informações de assessores do Palácio do Planalto. Lula considera que Berzoini é um dos poucos perfis que tocariam o projeto de fazer a regulação econômica da mídia, um sonho do PT reforçado pelo ex-presidente nos últimos anos.

Wagner ainda espera um telefone da presidente Dilma Rousseff confirmando o convite. 

Tudo o que sabemos sobre:
reforma ministerialjaques wagner

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.