André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Janot diz desconhecer novos fatos sobre Anastasia na Lava Jato

Procurador-Geral da República alegou ainda não ter tomado conhecimento das informações encaminhadas pela Polícia Federal ao Supremo Tribunal Federal

Beatriz Bulla, O Estado de S. Paulo

03 de setembro de 2015 | 19h07

Brasília - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse nesta tarde que não tomou conhecimento de novos fatos envolvendo a investigação do senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) na Operação Lava Jato. "Não conheço", respondeu Janot, ao ser questionado pelo  Broadcast. Ele também negou que exista qualquer divergência entre a Procuradoria-Geral da República (PGR) e a Polícia Federal neste caso, ao deixar evento organizado no Superior Tribunal de Justiça (STJ). 

Na semana passada, Janot enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um ofício no qual solicita o arquivamento das apurações a respeito do tucano. No início desta semana contudo, a Polícia Federal pleiteou que a investigação permaneça aberta devido ao surgimento de "novos fatos" a respeito do senador. O  Broadcast  apurou que procuradores não tinham conhecimento do material ao solicitar o arquivamento da investigação. 

A PF encaminhou ao gabinete do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, material que contém uma denúncia feita por uma "cidadã comum", na qual é descrito o endereço de uma residência em Belvedere, bairro de Belo Horizonte, onde um dos mensageiros do doleiro Alberto Youssef teria supostamente efetuado pagamento em dinheiro a um político que os investigadores apuram se é Anastasia. O nome do tucano surgiu na Lava Jato após depoimento do ex-policial federal Jayme Oliveira, conhecido como Careca, que relatou ter feito a entrega a um político "parecido" com Anastasia. Youssef nega ter ordenado a entrega de dinheiro para o tucano.

Mesmo após pedido de Janot, o caso ainda não foi arquivado, pois depende de um despacho do ministro Teori Zavascki. Diante do material da PF, Zavascki abriu vista para o Ministério Público se manifestar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.