Evaristo Sá/AFP
Evaristo Sá/AFP

Flávio diz que Bolsonaro pode receber alta da equipe médica ‘a qualquer momento’

Senador não descartou a necessidade de nova cirurgia no mandatário ainda este ano, mas afirmou que, desta vez, quadro foi menos grave

Iander Porcella e Matheus de Souza, O Estado de S.Paulo

04 de janeiro de 2022 | 11h12

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) afirmou nesta terça-feira, 4, que o presidente Jair Bolsonaro (PL) pode receber alta da equipe médica “a qualquer momento”. O mandatário está internado desde ontem no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. 

“Ele, a qualquer momento, pode ter uma liberação por parte da equipe médica, que é quem pode obviamente falar em definitivo sobre quando ele vai sair do hospital”, afirmou o filho mais velho do presidente, em entrevista à CNN Brasil

O boletim médico divulgado nesta manhã pelo hospital informou que a obstrução intestinal de Bolsonaro se desfez e que não há indicação de cirurgia para corrigir o problema. Segundo a equipe de especialistas, liderada pelo médico-cirurgião Antônio Luiz Macedo, o presidente teve uma evolução clínica "satisfatória" e iniciará hoje uma dieta líquida, mas ainda não há previsão de alta.

Flávio disse que conversou nesta manhã com Bolsonaro e afirmou que o presidente estava “bem-humorado” e “bem-disposto”. O filho 01 também declarou que o mandatário terá de conviver com as sequelas do atentado a faca que sofreu em 2018, durante a campanha eleitoral, pelo resto da vida. “Ele vai ter de ter uma restrição alimentar permanente. Ele tem que ter uma rotina de alimentação que é difícil na vida pública.”

De acordo com o senador, a tendência é que o próximo passo seja a retirada da sonda nasogástrica do presidente e que, depois, quando o intestino voltar a funcionar completamente, ele receba alta.  Flávio não descartou a necessidade de uma nova cirurgia no mandatário ainda este ano, mas afirmou que, desta vez, o quadro foi menos grave.

Bolsonaro deu entrada no Vila Nova Star na madrugada de ontem, após sentir desconforto abdominal em São Francisco do Sul (SC), onde passava as férias desde o dia 27 de dezembro. O presidente deixou o litoral catarinense de helicóptero em direção a Joinville e, de lá, embarcou para São Paulo com a comitiva presidencial.

Tudo o que sabemos sobre:
Flávio BolsonaroJair Bolsonaro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.