Jader: violação de painel "é uma vergonha"

O presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), disse que, se for verdade que houve violação do painel eletrônico da Casa na sessão em que foi cassado o ex-senador Luiz Estevão, o que ocorreu "foi um crime inomináve para uma Casa Legislativa do porte do Senado Federal". "Isso é um a vergonha", disse Jader. Ele ressaltou que soube superficialmente do resultado da investigação feita pelos técnicos da Unicamp ontem à noite, por intermédio do senador Carlos Wilson, primeiro secretário do Senado. Em relação a eventuais punições dos responsáveis, disse que caberá ao Conselho de Ética decidir sobre o envolvimento de senadores. No caso de envolvimento de funcionários, disse que caberá inquérito administrativo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.