Jader vai à Justiça contra "Veja"

O presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), vai recorrer judicialmente contra a revista "Veja" que, na edição desta semana, o cita como um dos envolvidos nas denúncias de desvio de recursos da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). Em nota oficial divulgada hoje por sua assessoria de imprensa, o senador ressalta que a revista "vem se arrogando de poderes para acusar, julgar, condenar, não lhe assegurando o mínimo direito de defesa, já que nem mesmo publica suas cartas de esclarecimentos". Destaca também que Barbalho leu, "estarrecido e indignado", à matéria publicada pela revista nesta semana, acerca da Sudam. A nota, assinada por Luiz Terra Júnior, assessor de imprensa do presidente do Senado, salienta que o nome do senador "é usado indevida e desonestamente por pessoas que jamais privaram de seu convívio ou intimidade" nas reportagens publicadas pela revista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.