Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Jader terá que explicar cheques administrativos

O presidente licenciado do Senado, Jader Barbalho, terá que provar, no depoimento marcado para a próxima quarta-feira, que a assinatura dos cheques em operações de desvio de recursos do Banpará não é dele, e explicar quem teria pedido a emissão dos cheques administrativos, disse o senador Romeu Tuma (PFL-SP). Diante de informações apresentadas ontem pelo inspetor do Banco Central, Abrahão Patruni Júnior, Tuma admite a possibilidade de a comissão prorrogar seus trabalhos por 15 dias. Segundo ele, as informações de Patruni Júnior dão conta de que mais de seis operações bancárias realizadas envolvem o senador Jader Barbalho. Tuma ressaltou também que um dos pontos que a comissão precisa investigar é o destino final de todos os recursos. Ele explicou que em uma das aplicações bancárias, que equivale a US$ 4 milhões, teria beneficiado 49 pessoas. "Mas no bolso de quem foi parar esse dinheiro?", questionou Tuma, ressaltando que Patruni Júnior vai colaborar no detalhamento dos relatórios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.