Jader se prepara para ser o próximo alvo

No dia da renúncia do senador José Roberto Arruda (sem partido-DF) e do anúncio de que o senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) fará o mesmo, o presidente do Congresso, senador Jader Barbalho (PMDB-PA), reconheceu que também poderia se transformar em um alvo por conta das denúncias de irregularidades envolvendo seu nome. "O fato político não tem norma", declarou Jader, ao ser questionado se temia que novas denúncias pudessem surgir, atingindo outros parlamentares, inclusive ele. Jader preferiu afirmar que não acredita que isso ocorra. O senador fez questão de lembrar, no entanto, que, "na democracia, o contraditório é permanente". Leia no JT

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.