Jader pode deixar presidência do Senado

O presidente nacional do PMDB, senador Maguito Vilela (GO), e o senador Pedro Simon (PMDB-RS), , relataram ter recebido informações de que o presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), estaria decidido a se licenciar do cargo alegando por motivos de foro íntimo. "A informação é de que ele está querendo se licenciar", declarou Simon aos jornalistas, ao lado do presidente do PMDB. Os dois senadores estão em contato direto, nas últimas horas, com o líder do PMDB no Senado, senador Renan Calheiros (AL), que desde ontem está no comando de uma operação pelo afastamento Jader Barbalho da Presidência do Senado. Hoje pela manhã, Calheiros conversou com lideranças do PT e do PPS e informou sobre a negociação, na qual o principal interessado era e é o PMDB. Neste momento, está havendo uma reunião entre os líderes do PFL, Inocêncio, do PT, Walter Pinheiro, que discutem a questão do senador Barbalho. O líder do PMDB e o do PSDB, senador Sérgio Machado (CE), segundo as informações disponíveis, estão participando da negociação que está sendo feita diretamente com Barbalho e que, segundo o relato de Simon e Maguito Vilela, já surtiu o efeito pretendido com a decisão do p residente do Senado de licenciar-se.Hoje, a assessoria de imprensa do senador paraense confirmou que ele está viajando para Brasília. As recentes denúncias reverteram sua decisão de permanecer isolado e somente retornar no final do recesso parlamentar. As últimas informações também dão conta de que o senador deve licenciar-se não somente da presidência da casa, mas também do mandato de senador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.