Jader pede "bom senso" sobre lista

O presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), pediu nesta terça-feira "bom senso", afirmando que, "a esta altura,qualquer lista que aparecer, vai estar totalmente desacreditada".O senador se referia à suposta existência da lista com os votos dossenadores na sessão em que foi cassado o mandato do ex-senador Luiz Estevão (PMDB-DF), em junho do ano passado.Barbalho afirma que, se chegasse a ele algum pedido para abrir o resultado da votação, não atenderia, mesmo que issofosse possível.Segundo o presidente do Senado, a votação naquela sessão foi secreta e abrir os votos seria descumprir aConstituição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.