Jader ironiza novo relatório sobre o Banpará

O presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), afirmou esta manhã, em uma breve entrevista marcada por seu tom irônico, que os jornalistas estão defasados e que a informação de que há um novo relatório do Banco Central sobre o desvio de recusos do Banpará, tornando mais delicada a sua situação, é uma informação atrasada. "Eu soube que tem um quarto relatório e que está sendo elaborado um quinto, e um sexto é que terá novidades. E a programação é que chegue a dez relatórios do BC. O tema é interessante e até por uns trinta anos espero encontrar com vocês para tratar do assunto", disse, ao chegar ao Senado. Respondendo sobre se a divulgação desses relatórios não o estaria expondo publicamente, ele minimizou os efeitos disso. Ressaltou que o presidente da República não estaria por trás da retomada das investigações por parte do BC. "O presidente não está por trás disso. Ele tem tanta coisa séria para tratar e, na escala de valores, o Marka e o FonteCindam são um pouquinho maiores que isso", afirmou. Jader Barbalho acrescentou que tal assunto poderá até ser tema de mestrado. Sobre a possibilidade de ele estar encontrando dificuldades na convivência com o presidente do Banco Central, Armínio Fraga, foi lacônico: "de jeito nenhum". Contou que todas as manhãs pega os jornais para verificar se o notíciário apresenta mais fatos sobre o assunto. "Fico muito curioso e vou logo verificar o que está lá", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.