Jader diz que cassação seria "exagerada"

O presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), afirmou hoje, em conversa com jornalistas, que sempre julgou exagerada a cassação do mandato como punição do ex-senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) por seu envolvimento no episódio de violação do painel de votação eletrônica do plenário do Senado. "A punição da cassação extrapolaria o crime cometido", afirmou Barbalho, para quem até mesmo a suspensão temporária do mandato do ACM "já seria muito forte e até mesmo humilhante ". O presidente do Senado disse que esta sempre foi sua opinião mas que, como julgador do processo envolvendo Magalhães, não quis emitir opinião anteriormente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.