Jader apresenta atestado do BC sobre Banpará

O presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), divulgou atestado do Banco Central que o isenta de qualquer envolvimento no espisódio de desvio de recursos do Banco do Estado do Pará (Banpará), na época em que governou o Estado. Jader evitou comentar a resportagem da revista Veja na qual são apresentadas transações bancárias supostamente feitas por ele. Para Jader Barbalho, o Banco Central é que tem de responder. "Se o BC não fez as investigações na época, então houve prevaricação", disse o senador. Afirmou, no entanto, que não se lembra de ter feito depósitos em cheque no fundo de aplicação do Banpará, mantido em agência do Banco Itaú, no Rio de Janeiro. Este fundo teria recebido cheques administrativos do Banpará. Jader confirmou que não irá participar da reunião do PMDB nesta semana, e que ficará no Pará até o fim do mês. O presidente do Senado também afirmou que não há motivos para se convocar a Comissão de Ética do Senado e nem a Comissão Representativa. Abatido, o senador só saiu de sua residência no fim de semana para ir ao balneário de Salinópolis com a família.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.