Jáder: acordo com PSDB assegura 40 votos

O presidente e líder do PMDB, senador Jáder Barbalho (PA), disse hoje que não haverá dissidência na bancada do partido no Senado e que só o acordo entre PMDB e PSDB já assegura 40 votos ao candidato peemedebista, praticamente a metade da composição da Casa. "Mas espero ter mais votos que isso", previu Jader, com a certeza de que seu nome será oficializado na próxima terça-feira. Embora tenha descartado a candidatura de Sarney, uma vez que considera impossível um consenso entre os partidos políticos, como deseja o ex-presidente, Jáder Barbalho disse que a bancada está aberta a outras candidaturas. "Se Sarney quisesse, ele teria o maior apreço da bancada e teria a nossa homenagem". Os partidários da candidatura de Barbalho avaliam que a expectativa de a oposição lançar um candidato animou ainda mais o líder peemedebista, uma vez que essa possibilidade ajudaria a sepultar a candidatura de Sarney - que teria votos entre os partidos de oposição - e levaria o PFL a apoiar o PMDB no plenário. "O PFL jamais apoiaria um candidato de oposição", constatam os senadores, ressaltando que se o candidato for o senador Jefferson Perez (PDT-AM), um dos oposicionistas mais radicais ao Palácio do Planalto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.