Ivo e Eleonora Rosset, donos da Valisère, assinam filiação ao PT

Empresário foi o primeiro importante membro do mundo dos negócios a expressar apoio público a Lula

estadao.com.br,

02 Outubro 2009 | 15h16

 

SÃO PAULO -

O Partido dos Trabalhadores realizou nesta sexta-feira, 2, cerimônia para oficializar a filiação do casal  Ivo e Eleonora Rosset, donos da Valisère à sigla. Ivo foi o primeiro grande empresário a expressar apoio a candidatura de Lula nas eleições presidenciais de 2002.

 

Marta Suplicy, presente na cerimônia de filiação do casal Rosset, ressaltou a atitude do empresário. "Enquanto alguns empresários ficaram ciscando em diferentes partidos, o Ivo não foi bater em qualquer porta, foi no partido no qual ele acreditava há bastante tempo", disse a ex-ministra. "Isso mostra, diferentemente dos outros, que não existe oportunismo nessa filiação."

 

O líder do PT na Assembleia Legislativa, deputado Rui Falcão, aproveitou a oportunidade para alfinetar o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf. O empresário filiou-se nesta semana ao PSB, após sondagens a vários partidos. "Hoje há na nossa cidade e no nosso Estado empresários à procura de partidos, já o Ivo fez essa decisão há muitos anos e agora a formaliza."

 

Partido Verde

 

O PV também se movimentou no sentido de angariar empresários para o seus quadros. Na última quarta-feira, 30, Marina Silva conduziu uma cerimônia de filiações ao Partido Verde: das 17 pessoas que se juntaram à sigla, 11 eram empresários e entre eles Guilherme Leal, copresidente do Conselho da Administração da Natura, cotado para assumir o posto de vice na chapa de Marina.

 

Entre os novos membros do Partido Verde que compareceram à cerimônia estavam Fernando Tedesco Simões, do Moinho Brasil, Ricardo Young, presidente do Instituto Ethos, Ricardo Guimarães, sócio e diretor-presidente da Thymus Branding, e Fernando Garnero, do Grupo Brasilinvest.

 

Com informações de Carolina Freitas, da Agência Estado

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.