Itamaraty preocupa-se com teste nuclear norte-coreano

O Itamaraty demonstrou preocupação com o teste nuclear realizado pela Coreia do Norte. Em nota oficial, o Ministério das Relações Exteriores pede que o governo do país aceite as resoluções das Nações Unidas e contribua para garantir a paz na região.

LISANDRA PARAGUASSU, Agência Estado

12 de fevereiro de 2013 | 15h17

"O governo brasileiro tomou conhecimento com preocupação do novo teste nuclear conduzido pela República Popular Democrática da Coreia", diz o texto. "O governo brasileiro conclama a RPDC a cumprir plenamente as resoluções pertinentes do Conselho de Segurança e contribuir ativamente para criar as condições necessárias à retomada das negociações relativas à paz e segurança na Península Coreana".

O Brasil é um dos poucos países a possuir uma embaixada na capital norte-coreana, Pyongyang - no total, apenas 23 nações têm representações diplomáticas na Coreia do Norte - , mas a relação política entre os dois países é pequena e o Brasil tem pouca representatividade na região. A relação se concentra basicamente em ajuda humanitária.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do Nortenuclearteste nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.