Itamaraty indica Simões para embaixador na Venezuela

O Itamaraty designou o embaixador Antônio Simões, atual chefe do Departamento de Energia, para um posto estratégico da política externa brasileira - a Venezuela. A mudança deverá ocorrer até o final do ano e reforçará a opção do ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, pela "renovação" dos quadros de comando do Itamaraty para os postos mais delicados no exterior.Embrenhado nos planos energéticos do governo Luiz Inácio Lula da Silva, no processo de integração dessa área na América do Sul e nos movimentos da Venezuela de Hugo Chávez, Simões é um dos "jovens" embaixadores que não contam com experiência no comando de postos no exterior, mas que figuram no circulo de confiança de Amorim. Sua indicação para Caracas segue a mesma lógica adotada anteriormente nas escolhas de Mauro Vieira para a embaixada em Buenos Aires, e de Antônio Patriota, para Washington.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.