Itamaraty diz que sabia de decisão da Itália sobre embaixador

Em nota, Ministério das Relações Exteriores reitera confiança nos laços históricos que unem Brasil e Itália

Rosana de Cassia, da Agência Estado,

27 de janeiro de 2009 | 12h59

O Ministério das Relações Exteriores informou nesta terça-feira, 27, por meio de nota, que tomou conhecimento da decisão do governo italiano de chamar o embaixador da Itália no Brasil para consultas, depois do parecer do procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, que sugere o arquivamento do processo de extradição do ex-ativista italiano, Cesare Battisti. Veja também:Itália convoca embaixador no Brasil de volta após caso BattistiEm meio a caso Battisti, Itália quer cancelar amistoso com BrasilPostura do Brasil é 'inaceitável', diz chanceler italianoProcurador-geral recomenda encerrar processo contra Battisti TV Estadão: Ideologia não influenciou concessão de refúgio, diz Tarso   Documento: Processo do Ministério Público que defere extradição de Battisti    Opine: Você concorda com o refúgio dado a Cesare Battisti? Leia tudo o que já foi publicado sobre o caso e entenda o processo  Segundo a nota, o governo brasileiro reitera que todos os procedimentos sobre a questão estão de acordo com a legislação brasileira e que tem a certeza de que os laços históricos e culturais que unem o Brasil e a Itália continuarão. Segue a íntegra da nota: "O Brasil tomou conhecimento da decisão do Governo italiano de chamar para consultas o Embaixador da Itália no Brasil, em razão do 'parecer expresso sobre o caso Battisti pelo Procurador-Geral da República'. O Governo brasileiro considera que todos os procedimentos sobre a questão estão sendo seguidos de acordo com a legislação brasileira. O Governo brasileiro reitera a confiança expressa pelo Presidente da República, em sua carta dirigida ao Presidente da Itália, de que os laços históricos e culturais que unem o Brasil e a Itália continuarão a inspirar nossos esforços com vistas a aprofundar ainda mais as sólidas relações bilaterais nos mais diversos setores."

Tudo o que sabemos sobre:
Cesare BattistiItália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.