Itamaraty divulga nota de apoio a embaixador

O Ministério das Relações Exteriores divulgou, nesta segunda-feira, nota declarando apoio do governo brasileiro ao embaixador José Maurício Bustani, que ocupa o cargo de diretor-geral da Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq).Ele estaria sendo alvo de pressões por parte do governo dos Estados Unidos para deixar o cargo. A nota informa que Bustani foi ?eleito e reeleito? para o cargo e que seu mandato vai até 2005. Atualmente, ele se encontra licenciado do Itamaraty.?Como diretor-geral da Organização, ele não responde ao governo brasileiro, mas sim aos membros da Opaq na sua totalidade, gozando, portanto, de total autonomia de gestão e independência no exercício de suas funções?, diz a nota.O texto ainda acrescenta: ?como membro da Opaq, o Brasil não partilha dos questionamentos que estão sendo feitos à gestão do embaixador Bustani e tem dado a conhecer sua posição aos demais países-membros da Organização?.O texto afirma que, caso seja apresentada na Opaq uma moção contrária à gestão de Bustani, ou tendendo ao seu afastamento do cargo, ?o Brasil votará contra, por considerar que ele tem-se conduzido com sentido de responsabilidade e com acerto, merecendo a plena solidariedade do Brasil e dos demais países-membros?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.