Itamaraty condena atentado em Tel Aviv

O governo divulgou nesta quinta-feira nota em que lamenta e repudia com veemência o atentado terrorista ocorrido nesta quinta-feira em Israel, que provocou a morte de pelo menos cinco pessoas e deixou dezenas de feridos, no centro da capital, Tel Aviv.Na mesma nota, o governo manifesta preocupação com as represálias de forças militares israelenses contra alvos localizados em território da Palestina e pede respeito à integridade do líder palestino Yasser Arafat.?Ao repudiar esse ato da forma mais veemente, o Governo brasileiro manifesta a esperança de que o mesmo não impedirá que as partes envolvidas, israelenses e palestinos, procurem retomar a via pacífica das negociações, recentemente reforçada pelas iniciativas da União Européia e do chamado ?Quarteto? (EUA, União Européia, Rússia e Secretário Geral das Nações Unidas)?, salienta o documento, divulgado pelo Itamaraty.A nota faz um apelo para que cesse a espiral de violência na região. Reafirma ainda a posição brasileira de que as negociações de paz devem culminar ?no estabelecimento de um Estado palestino democrático e economicamente viável e com o reconhecimento de que o Estado de Israel deve gozar de segurança, no interior de fronteiras internacionalmente reconhecidas?.O Itamaraty também mostrou preocupação com a reação das forças de segurança de Israel, que atingiram inclusive instalações da Autoridade Nacional Palestina (ANP). ?O Governo brasileiro apela para que se respeitem a integridade das instituições palestinas e a pessoa do Presidente Yasser Arafat?, conclui a nota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.