Itamar repudia adiar prévias do PMDB

O governador de Minas Gerais,Itamar Franco (PMDB), um dos principais pré-candidatos àPresidência da República, não aceita sequer discutir a propostade adiamento das prévias - nas quais a legenda vai escolher oseu postulante ao cargo - para avaliar a candidatura de RoseanaSarney (PFL). Ele lembrou hoje que foi numa convenção que alegenda resolveu eleger seu candidato a presidente e disse nãosaber por qual mecanismo poderia ser modificada essa decisãoconvencional. Itamar deu a entender que somente uma outraconvenção poderia decidir pelo adiamento."O que sei é que o atual presidente do PMDB (deputado federalMichel Temer, de São Paulo) disse que o partido terá candidato", declarou Itamar. "A convenção resolveu realizar prévias por maioria de mais de90%, marcando-as para o dia 20 de janeiro. Vamos aguardar. Ocandidato deverá ser escolhido nessa prévia." O governadorlembrou ainda que a eleição interna já tem inscritos doispré-candidatos: ele próprio e o senador Pedro Simon (RS).A menção ao nome de Temer soou como um recado. Na articulação emgestação, o presidente do partido poderia ser candidato avice-presidente na chapa de Roseana, governadora do Maranhão efilha do senador José Sarney (PMDB-AP). O senador articulareservadamente a proposição de adiar as prévias, para que ospeemedebistas pudessem avaliar se a candidatura da sua filha ésólida ou se não tem futuro. Se ela vingasse, o PMDB não teriacandidato próprio a presidente e indicaria o candidato a vice. Oadiamento da prévia seria, portanto, uma derrota de Itamar.O governador, porém, deu uma risada quando lhe perguntaram sobrea possibilidade de o PMDB apoiar Roseana e reafirmou que opartido decidiu ter candidato próprio. "Não é que eu acheimpossível, acho que é uma decisão convencional", ressaltou.Ele não quis, porém, antecipar sua reação a um adiamento."Ah, não costumo pensar naquilo que pode acontecer", afirmou."Tenho uma formação cartesiana e só costumo raciocinar depoisde acontecido." Quando lhe perguntaram se aceitava discutir aproposta de adiar, foi enfático. "Não, não, não. No meuentendimento, (as prévias) serão realizadas no dia 20 dejaneiro." Itamar não quis falar sobre a candidatura de Roseana."Nada a comentar", disse. Ele hoje se reúne com integrantes doPMDB, no Rio para discutir as prévias. Hoje, no Hotel Sheraton, em São Conrado, na zona sul, ogovernador participou do 41º almoço da Barraca de Minas Geraisda Feira da Providência. Na festa, o governador foi um dosagraciados no sorteio de brindes. Ele ganhou dois livros deautoria de Guimarães Rosa, que lhe foram entregues pela filha doescritor mineiro, Vilma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.