Itamar insiste em renúncia de Jader

O governador de Minas, Itamar Franco (PMDB), disse que, se em 15 dias o senador Jader Barbalho (PA) não deixar a presidência nacional do partido, ele irá entrar na Justiça para tentar fazer que isso aconteça.Segundo Itamar, que reingressou no PMDB há cerca de dois meses e lançou sua pré-candidatarura à Presidência da República, Jader, um de seus principais desafetos na cúpula do partido, deveria ter saído do cargo em 14 de fevereiro, quando foi eleito para o comando do Senado. Itamar protocolou, junto à executiva nacional do PMDB, na semana passada, um pedido para o afastamento de Jader, baseado no estatudo do partido, segundo o qual os dirigentes da legenda devem manter independência em relação à administração pública.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.