Itamar Franco rebate afirmações de Malan

O governador de Minas, Itamar Franco (sem partido) se diz "cético" em relação a obter um desfecho favorável dos créditos que o Estado reivindica junto a União. Minas pleiteia R$ 800 milhões, referente a investimentos feitos pelo governo mineiro na recuperação de obras nas rodovias federais que cortam o Estado. O governo de Minas encaminhou a documentação para ser analisada pelo Tesouro Nacional e até agora ainda não obteve retorno. Itamar Franco rebateu as afirmações do ministro da Fazenda, Pedro Malan, feitas na última segunda-feira na capital mineira, de que a conclusão não é política. "O presidente Fernando Henrique me disse que a decisão política já foi tomada e estou aguardando", afirmou. "Minas tem a receber e não deve nada à União, esta é a razão pela qual este assunto está sendo debatido na esfera federal", disse. Segundo o governador, se não for feito o acerto, a situação do Estado será apresentada ao seu sucessor, que ficará encarregado de solucionar a questão. O candidato Aécio Neves (PSDB-MG), primeiro colocado nas pesquisas de intenção de voto, tem ajudado Itamar nas negociações com o governo federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.