Itamar Franco é internado em Belo Horizonte

Assessores desmentem problemas cardíacos e afirmam que ex-presidente foi hospitalizado para exames de rotina

Eduardo Kattah, do Estadão,

29 de setembro de 2007 | 13h22

O ex-presidente da República, Itamar Franco (sem partido), de 76 anos, foi internado na manhã deste sábado, 29, no hospital Felício Rocho, região centro-sul de Belo Horizonte. A direção do hospital somente confirmou a informação e disse que Itamar "passa bem". O motivo da internação não foi divulgado a pedido do próprio ex-presidente. Um assistente de Itamar disse que ele foi hospitalizado para a realização de "exames de rotina". "É o check up anual dele", afirmou. A notícia veiculada por uma emissora de rádio local, de que o ex-presidente teria sido internado devido a problemas cardíacos, foi classificada como "esdrúxula" pelo auxiliar. Segundo o assistente, os exames estavam agendados e não foram feitos em Juiz de Fora - como de costume - porque Itamar precisava permanecer na capital mineira durante o fim de semana. A previsão, conforme o assistente, era que o ex-presidente deixe o hospital ainda neste sábado. "Ele é muito cuidadoso com a saúde". O ex-presidente estava acompanhado de seu médico particular, Thales Ramos, e de uma assessora, ambos de Juiz de Fora (MG). Atualmente, Itamar ocupa o cargo de presidente do Conselho Administrativo do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). Ele está sem partido desde que deixou o PMDB, no ano passado, após perder para o ex-governador Newton Cardoso a convenção que indicou o candidato ao Senado. O ex-presidente, porém, já foi convidado a ingressar no PPS pelo presidente nacional da legenda, Roberto Freire. Recentemente, o diretório mineiro do PPS o homenageou com uma placa alusiva "aos feitos políticos e administrativos do período em que esteve à frente dos destinos do País".Itamar já descartou disputar a prefeitura de Belo Horizonte em 2008, como chegou a ser cogitado. Ultimamente, o ex-presidente, que foi embaixador do Brasil na Itália durante o primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tem feito críticas freqüentes às "barganhas" promovidas pela administração petista. A principal reclamação é quanto à substituição de José Pedro Rodrigues na presidência de Furnas Centrais Elétricas. Rodrigues foi indicado ao cargo por Itamar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.