Itamar é derrotado na executiva do PMDB

O governador de Minas Gerais, Itamar Franco, sofreu na tarde de hoje uma derrota na executiva nacional do PMDB que decidiu, por 11 votos contra três, fixar em aproximadamente 4 mil votantes o tamanho do colégio eleitoral que, nas prévias de 20 de janeiro, escolherá o candidato do partido à presidência da República na campanha de 2002. Itamar havia proposto um colégio eleitoral bem mais amplo - de 70 a 100 mil votantes.Pela proposta aprovada, elaborada pelo secretário-geral do PMDB, deputado João Henrique (PI), os diretórios municipais serão representados pelos prefeitos, nas cidades administradas por peemedebistas. O presidente do PMDB, deputado Michel Temer (SP), confirmou a realização, nos próximos dias, de uma reunião do Conselho Político do partido para ratificar a decisão de hoje do diretório.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.