Itamar anuncia que deixa Embaixada na Itália em fevereiro

O ex-presidente Itamar Franco, embaixador do Brasil em Roma, anunciou ,em entrevista coletiva nesta quarta-feira, que deixará o cargo em fevereiro. Perguntado sobre as razões da decisão, ele se limitou a dizer: "Estou indo para casa". Itamar elogiou a política econômica do governo Lula, mas criticou a política de juros e o Banco Central. Ele foi entrevistado em frente ao Palácio das Artes, onde se realiza a reunião de ministros do Mercosul. Na avaliação do ex-presidente, a política econômica do governo Lula "está correta", mas ele disse que o crescimento econômico ainda não superou os níveis de 1994 (quando ele era presidente da República, e o governo lançou o Plano Real). Itamar afirmou que as taxas de juros no Brasil continuam elevadas. "Juro eu sempre critiquei. Sou embaixador até fevereiro, mas continuo afirmando que o Banco Central foi e ainda é uma caixa-preta", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.