Itamar aceita adiar prévias mas quer participação de vereadores

O governador de Minas Gerais, Itamar Franco (PMDB), que tem reunião marcada para terça-feira com a cúpula do partido, em Brasília, disse hoje que só aceita a proposta de adiamento das prévias para escolha do eventual candidato à presidência, de janeiro para março, se os vereadores peemedebistas puderem votar.Itamar acredita que a redução do colégio eleitoral das primárias do PMDB, definida pelo comando nacional - de mais de 100 mil participantes, o quorum baixou para pouco menos de 4 mil, excluídas as bases municipais - foi uma estratégia dos governistas do partido para enfraquecer sua candidatura e favorecer a manutenção da aliança com o PSDB e o PFL."Se não houver a votação de vereadores, para que modificar o calendário (das prévias)?", questionou o governador, ao participar da abertura de um congresso mineiro de legisladores municipais, em Belo Horizonte. Para Itamar, com a presença dos vereadores nas primárias suas chances de sair candidato do PMDB aumentariam consideravelmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.