Íris Resende entrega cargo de colega peemedista

O senador Íris Resende (PMDB-GO) afirmou que vai conversar, ainda hoje, com o secretário de Desenvolvimento Regional da Presidência da República, Ovídio de Ângelis, sobre sua saída do cargo que ocupa. Íris afirmou que não é justo que De Ângelis permaneça no posto, já que o governo defende a candidatura da ala governista do PMDB à presidência do partido, no caso o deputado Michel Temer (PMDB-SP). Íris afirmou que vai agradecer ao presidente Fernando Henrique Cardoso o espaço dado no governo ao PMDB goiano e dizer a ele que "ele está absolutamente livre para manter de Ângelis ou escolher outro para o cargo". O senador Íris Resende fez estas afirmações numa sala de comissão do Senado, onde está participando da solenidade de lançamento da candidatura do senador Maguito Vilela (PMDB-GO) à presidência do PMDB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.