Iris Resende diz que tem arma de fogo em casa

O presidente da comissão mista de Segurança Pública do Congresso Nacional, senador Iris Resende (PMDB-GO) admitiu que tem arma de fogo em casa, mas não tem autorização para usá-la. "Eu tenho porque me sinto inseguro diante da fragilidade do poder público ao oferecer a segurança ao cidadão, hoje, no Brasil. Agora, eu nunca usei. Nem porte de arma tenho", afirmou o senador, que se manifestou contra a proposta do governo de proibição da venda de armas. "Eu sou a favor que se proíba a posse de armas por parte de quem quer que seja, quando o Estado conseguir desarmar o bandido. Primeiramente nós temos que desarmar os bandidos e depois nos preocupar com aquele que tem uma arma e casa", disse o senador em entrevista ao Bom Dia Brasil, da TV Globo.Ele ressaltou que o trabalho da comissão será mais abrangente na discussão da segurança pública. "Ela vai cuidar da arma, do contrabando de armas, e de reformas imediatas em alguns itens do código do processo penal, porque a impunidade para mim é a principal causa da criminalidade no Brasil".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.