<i>NYT</i> elogia decisão do governo e nega que tenha se retratado

O jornal The New York Times divulgou comunicado oficial sobre a decisão do governo brasileiro de suspender o cancelamento do visto do correspondente do jornal norte-americano no Brasil, Larry Rohter. O comunicado, distribuído pelo porta-voz Toby Usnik, diz que o jornal está satisfeito com a decisão do governo brasileiro de reverter a revogação do visto de Rohter, mas acrescenta que a petição feita junto ao governo não continha nem desculpa nem uma retratação. "Estamos muito satisfeitos que o governo do Brasil reverteu sua revogação do visto do sr. Rohter. Ficamos felizes que será permitido a Rohter viajar livremente dentro e fora do País. Tanto o Brasil quanto o The New York Times se beneficiam em ter um correspondente do The Times cobrindo um país importante", afirma o comunicado do jornal. "Continuamos mantendo que nossa história estava correta e era justa, assim como afirmamos ao longo da semana. Enquanto expressamos pesar sobre a controvérsia política que a história gerou, nossa petição ao governo não conteve nem uma desculpa nem uma retratação", conclui o texto da nota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.