Investimento na capital pode superar R$ 1,7 bi, diz Alckmin

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse neste domingo que os investimentos na cidade de São Paulo em obras e projetos podem até mesmo superar R$ 1,7 bilhão ao longo de 2004. Apesar de as obras do Metrô consumirem uma parcela significativa do orçamento previsto para capital, uma vez que estarão sendo construídas duas linhas simultaneamente, Alckmin destacou que o foco das ações do governo do Estado no ano em que a capital comemora seus 450 anos será no social. "Nosso foco será no social, com investimentos na área de educação, de saúde e habitação", disse Alckmin. "Teremos ainda ações visando melhorar a segurança pública, com a abertura de 7.400 vagas ao longo do ano, e também de infra-estrutura, com o rebaixamento da Calha do Tietê".O governador detalhou que neste ano a secretaria de educação deve dar prosseguimento ao projeto "Escola da Família" que abre as portas de escolas estaduais aos sábados e domingos para atividades com crianças, adolescentes e a comunidade e também trabalhar para melhorar o ensino superior do Estado. Segundo ele, estão previstas a abertura de duas FATECs, uma em AE Carvalho e outra na zona Sul da capital paulista, além do novo campus da Universidade de São Paulo (USP). De acordo com Alckmin, um dos principais investimentos que o governo pretende realizar ao longo de 2004 na cidade de São Paulo na área de saúde será no prédio do Hospital da Mulher, uma vez que ele encontra-se no esqueleto. Em habitação, promete foco na erradicação de cortiços, com ações no centro da cidade, contando para isso com a parceria do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). LazerAlckmin, que esteve no início desta tarde no parque Villa-Lobos para a final do torneio de tênis Cobra Classic Aberto de São Paulo, afirmou ainda que o governo pretende destinar parte de sua verba para a recuperação de parques públicos. Segundo ele, mais centros de lazer como o Villa-Lobos ganharão quadras de tênis. "O tênis é um esporte de inteligência, agilidade e da fidalguia e que a cada dia se populariza mais", disse Alckmin. "Estamos trabalhando para possibilitar que todas as camadas sociais tenham nesse esporte uma oportunidade de lazer". O governador lembra que o Parque da Juventude (antigo Carandiru) já ganhou duas quadras e que o próximo parque a receber condições para a prática do tênis será o parque da Imigrantes. O governador, que por conta do forte sol que fazia em São Paulo usava um boné vermelho da Nossa Caixa, entregou ao tenista brasileiro Flávio Saretta, bicampeão do Aberto de São Paulo (2001-2003), a Comenda do Mérito Esportivo de São Paulo. "É uma honra entregar essa comenda a esse atleta que tão bem representa o Brasil e o Estado de São Paulo, estando entre os 50 melhores do mundo", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.