Investimento do governo no 1º semestre é o maior em 7 anos

Total de investimentos foi de R$ 9,4 bi, segundo a ONG Contas Abertas, e se deve, em grande parte, ao PAC

da Redação,

03 de julho de 2008 | 16h45

Os investimentos da União chegaram a R$ 9,4 bilhões no primeiro semestre de 2008, valor recorde se comparado ao mesmo período dos últimos sete anos, segundo levantamento da ONG Contas Abertas. Grande parte dos investimentos deve-se ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).     Veja também: Especial: O balanço do PAC O Orçamento autorizado para este ano em investimentos também é um dos maiores desde 2001, ficando atrás apenas da dotação do ano passado, fixada em R$ 46,4 bilhões. Para 2008, cerca de R$ 40,2 bilhões estão previstos para a realização de obras e compra de equipamentos. No entanto, se o governo mantiver o ritmo de investimentos e aplicar outros R$ 9,4 bilhões nos próximos seis meses, a execução orçamentária vai fechar o ano longe do dos 40 bilhões previstos, alerta a ONG. O Ministério dos Transportes mantém a liderança no ranking dos órgãos federais que mais investem no País, de acordo com o Contas Abertas. No primeiro semestre, a pasta foi responsável por quase 25% de todos os investimentos da União. Foram desembolsados R$ 2,3 bilhões. O Ministério das Cidades aparece em segundo lugar na lista dos que mais investiram nos primeiros seis meses do ano. A pasta aplicou R$ 1,6 bilhão com a realização de obras e a compra de equipamentos. Já o Ministério da Educação é o terceiro colocado no ranking. A pasta aplicou R$ 1,2 bilhão em investimentos nos primeiros seis meses do ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Contas AbertasPACinvestimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.